Códigos da Energia Matriz

É comum dizer-se que a sociedade em que vivemos peca por falta de valores. Discordamos!

A nossa sociedade está repleta de valores, só que dramaticamente distorcidos. Assim, e por estarmos no limiar de uma fase crucial do desenvolvimento da humanidade, os códigos que aqui se apresentam procuram dar alternativas nesse sentido. Claro que não abrangem todos os aspectos da vida humana, mas poderão ser um farol pelo qual podemos orientar a nossa barca.

Para que as coisas mudem , a nossa capacidade criadora tem de ser reorientada. O mesmo se passa com a sintonia vibracional, que tem estado a emitir nas frequências da ilusão, do engano, da confusão e da cegueira. Por isso, é imperioso elevar a vibração do corpo mental, do corpo emocional e do corpo físico.

Só desta forma se conseguirá a expansão da consciência e, portanto, a libertação.

Só assim serão exequíveis estes Códigos da Energia Matriz. A preparação de uma Água Matriz pode ajudar a ultrapassar as dificuldades.

Apresentamos aqui alguns códigos com sugestões de orientação para os novos tempos:
(clique para expandir o conteúdo)

1. Código do Aspirante à Ascensão
2. Código da Entrega Total
3. Código do Desapego
4. Código do Masculino e do Feminino
5. Código do Equilíbrio
6. Código da Cocriação
7. Código da Energia Matriz
8. Código da Canalização
9. Código do Terapeuta Vibracional e do seu paciente
10. Código da Nova Família
11. Código das Novas Crianças
12. Código da Terra
  • O planeta Terra é uma realidade cósmica (ANURA) com doze dimensões. O ser humano é apenas uma pequena parte dessa realidade.
  • Anura é uma consciência com doze dimensões, que, plano físico, repousa no centro do planeta. Os distintos patamares vibracionais da consciência humana estão adstritos ao pulsar desse núcleo no interior da Terra.
  • Os Devas implementam a informação cósmica e colaboram na libertação dos efeitos da alquimia negra, que transformou Luz/Amor em sombra/ódio. Assim, os Devas respondem pela propagação do som criador da «Mãe» (que contém a matriz sagrada da vida) através de um processo inverso ao efectuado pela «Sombra».
  • A humanidade, através do livre-arbítrio, é o fulcro da mudança planetária. Porque os humanos possuem um corpo (energia densificada), e uma alma (energia do Espírito Maior), nada pode ser feito sem que as suas escolhas sejam autênticas e livres das programações anteriores.
  • A missão de cada elemento da raça humana é fundir as vibrações do seu corpo e da sua alma com a vibração do planeta. Quando tudo vibrar em sintonia, a missão da humanidade estará cumprida. Formar-se-á, então, um nova condição de vida.
  • O Reino Coadjuvante das Fadas tem por missão ajudar a equilibrar a Humanidade. Estes seres, depositários da harmonia, da beleza e do amor, protegem e guardam os segredos mais profundos da Deusa. Ou seja, da Matriz do Feminino.
  • O Reino Coadjuvante dos Elfos trata do saneamento e da purificação do éter da Terra e da sua humanidade. Por estarem ligados ao planeta pela sua elevada integridade, são os depositários dos segredos da Matriz do Masculino e da verdade dos grandes sacerdotes.
  • O Reino Coadjuvante dos Gnomos é a mais alta expressão da energia telúrica. Guardiães dos segredos da matéria, estão relacionados com os elementais mais básicos. Quando um «espírito da Natureza» é desviado por forças obscuras, cabe aos Gnomos conduzi-lo ao seu estado original.
  • Todos os Reinos Coadjuvantes não são nem servidores nem manipuladores da humanidade; cumprem a sua missão, independentemente de os Humanos estarem ou não receptivos à sua ajuda. Qualquer tentativa de manipulação sairá frustrada e o manipulador acabará por ter uma aprendizagem efetiva.
  • A humanidade é responsável pelo estado vibracional e material da Terra. No respeito total pelo seu livre-arbítrio, a sua extinção continua a ser um potencial. Uma reflexão profunda sobre o estado do planeta, a todos os níveis, torna-se, portanto, essencial.
  • ANURA, a consciência primordial da Terra, aceitou expressar a Energia Matriz. Através desta emanação, a vida do planeta tem estado a mudar, e todas as dimensões entraram  em ressonância com esta nova expressão.